Por que eles Acham que Sou Atéia?

Toda semana, eu espero ansiosamente pelo “Farmers Market”, que por aqui nos Estados Unidos não é tão comum, por isso que tornou-se uma coisa muito especial até para as pessoas que tem acesso á muitas lojas e supermercados aonde podem encontrar produtos importados de vários países, sempre á disposição, qualquer fruta e qualquer verdura em qualquer época do ano. Se eles não tem laranja crescendo na Florida por causa do inverno, eles terão laranja vinda do Peru com o formato perfeito, amarelinha e bem docinha, que viajaram semanas para chegar nas prateleira. Algumas pessoas preferem comprar produtos locais em uma barraquinha de feira, no “Farmers Market”, traduzindo a popular feirinha. Isso mesmo, não é tão comum encontrar “feira” por todo lugar e produtos autênticos orgânicos.  Eu posso lhe afirmar que produtos orgânicos tem mais sabor, cresceram no tempo de Deus e por isso o gosto é melhor.

Esta semana na “feirinha” eu conheci um tipo de laranja que eu nunca tinha visto antes, se chama “blood orange” a qual começou ser cultivada na Itália, e se tornou um produto “especial” em vários países. A Blood Orange nada mais é que uma laranja que tem seu suco vermelho como sangue ou “blood” que é sangue em Inglês.

Eu comprei uma dúzia de laranjas imperfeitas aos olhos dos grandes supermercados, que jamais seriam compradas pois tinham deformações da natureza, manchas de sol, de chuva e folhas secas.  Neste  pacote de uma dúzia tinha vários tamanhos de laranja, manchinhas e algumas não estavam maduras mas assim mesmo eu escolhi aquele pacote entre outras as coisas, e voltei para casa com minhas crianças. Coloquei-as na fruteira e prossegui com minha rotina de final de dia, como finalizar alguns trabalhos, preparar o jantar, e cuidar de uma limpeza light.

Como toda mãe, acho que todas pensam assim, após o jantar ser servido e sua família começar a comer, você sente um alivio de ter chego ao final do dia bem, com todos ao seu redor, dentro de casa. Você sente uma avalanche de gratidão em seu coração. Pronta para o próximo dia, mesmo cansada ou estressada, aquela sensação de gratidão toma conta do seu coração e um suspiro profundo sela o dia com chave de ouro.

“Hora da sobremesa” eu grito. Minha filha como de costume pergunta “Quais são as opções?”, eu digo “Picolé ou Laranjas” ela escolhe o picolé, lógico. Então eu entrego um em suas mãos e corto alguns pedacinhos para o meu baby, pego 3 laranjas e começo a descascar.

Sem dizer uma palavra, descasco ansiosamente uma laranja para saber qual o mistério destas laranjas “carinhas” e porque são chamadas de blood orange.  Eu descasco todas as três, e depois começo a corta-las ao meio.  Quando eu cortei a primeira um suco vermelho, como sangue começa a sair da laranja, eu um pouco espantada continuo a cortar as outras duas.

Enquanto eu olho para as laranjas, jorrando suco vermelho, como se fosse uma artéria perfurada. Eu pensei “umm acho que eu não preciso esperar o “sangue” sair de toda a laranja, acho que posso começar a come-la agora”. Pego o primeiro pedaço e coloco em minha boca, um gostinho azedinho e doce ao mesmo tempo, uma pitadinha de sal ajudou ainda mais a saborear essa beleza rara, adoro comer laranja com sal.   Elas são perfeitas!

 blood oranges

Foi a primeira vez que eu como algo parecido com sangue e não sinto um remorso em meu coração. Você sabia que a maioria dos americanos adoram carne malpassada, sangrando, quase mugindo no prato? Pois bem, assim que preferem a carne deles.

Em meio aos meus pensamentos, durante o caos das crianças comendo picolé e pingando por toda a casa, eu começo a conversar com Deus e eu digo

Eu : Olha Deus, lembra aquela vez que eu te pedi conselho sobre parar de comer carne? E  você disse siga o seu coração? Pois bem, eu so queria te dizer obrigado por ter dito aquilo, hoje sou mais feliz sem carne, sem sofrimento e tortura em meu estômago e em minha vida,  era só isso que eu queria falar.  Ahh! E as laranjas são perfeitas, obrigado por elas também.

Deus sempre responde. Falou beleza… e me da tchau.

Nossa Val, assim que você conversa com Deus?

Lógico! O que você queria? Que eu me vestisse com meu melhor uniforme, roupas e sapatos combinando, colocasse maquiagem e aguarda-se ate o culto das 7:00 para que o padre/pastor perguntasse se eu tinha algo para compartilhar com a igreja  e  agradecer por estas laranjas?

Em meio tantas formalidades, as pessoas esquecem que Deus é seu melhor amigo, e que ele sabe tudo sobre você, ele entende sua língua, vive em seu coração. Eu não preciso sair de dentro da minha casa para agradecer a Deus, e nem ficar proclamando milagres para convencer outros. Ele vive dentro do meu coração e ele é o único que me abraça quando eu caio, e quando me sinto restrita e fraca, ele é o único que fala “Levante e pare de frescura, você consegue sim”. Não preciso do pastor ou da igreja como recepcionistas. Não preciso de formalidades, não preciso de cerimônias, nao preciso ser perfeita aos olhos dos outros para ser tocada por Deus (Essa é a metafora que estou tentando empenhar  com as laranjas perfeitas, entendeu?) Nao preciso “aparentar” perfeita. Ele é meu chegado.

Quanto a minha família achar que sou ateia ? Simplesmente porque não vou para Igreja, não fico clamando milagre, nao adoro pastor ou padres,  não fico adorando imagens, ou lendo orações formadas. Também acredito que Deus ama todos os seus filhos por igual, seja negro, branco, gay, hétero. Ele acalanta qualquer coração aflito e segura em todas as mãos durante a trajetória de cada um. O meu Deus não julga, homens e pastores sim, Deus não.  Ele vive muito forte em meu coração. Ele me disse isso:  Aceita pois eu aceito. Eu te amo com todas suas imperfeições, como todas as laranjas imperfeitas aos olhos dos homens.

Sim, a jornada para se tornar uma vegetariana ainda continua.

Sim , eu fui passear na praia, com meus tres melhores amigos, ver a magnitude e ouvir o silencio do universo (nossa doida neh? risadinha de louca aqui…), mas eu amo o mar, me traz muita paz no coração, me sinto próxima de Deus e sinto gratidão.

Você consegue ver Deus nesta foto?

13100758_896080853836653_5917315700251980816_n

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que te fez feliz hoje?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *